sábado, 14 de junho de 2008

"Um país se faz com mulheres, homens e livros".

Embora se tenha comentado por ai que brasileiros nao tem hábito de ler eu ja discordo. Acredito que o brasileiro está lendo mais, e talvez não compre tantos livros assim por ser muito caro. Uma vez me disseram que o preço do livro é muito relativo. Pra mim não tem essa, é caro e pronto.Como se pode atrair leitores com preços tão exorbitantes?
O governo tem comprado muitos livros que chegam as escolas estaduais. A biblioteca da escola onde trabalho tem um acervo de livros maravilhosos.Quando questionei a "bibliotecaria" da escola quem procurava mais livros e ela me informou que eram as crianças na faixa de 10 a 12 anos, eu simplesmente achei o máximo, pois temos ai crianças adquirindo o habito de ler. Siginifica então que o incentivo à leitura durante a infância está funcionando.

Outra coisas, ja perceberam como as bienais de livros andam lotadas e quantas "exursoes" de escolas marcam presença? Então isso mostra que esta melhorando sim.

Se nossos governantes criarem algum projeto pra melhor acesso a leitura com certeza a procura será muito grande. Pois é muito fácil somente dizer que brasileiros nao gostam de ler se nem ao menos lhe dão oportunidades!A primeira providência seria baratear o preço dos livros, publicando edições mais simples sem aquelas lindas capas carissimas.

Aqui no Brasil eu ja vi em muitas bancas de jornais estes livrinhos considerados livrinhos de bolso, mas o que eu me interessei custavam 15,00 (claro que achei caro). Mas observei tb que nao se tem muitas opçoes de titulos,temas e assuntos, ou seja, mais um motivo para nao atrair leitores.

Uma maneira para estarmos incentivando é aprender a presentear os amigos com livro. Eu sei... talvez eles vão torcer o nariz, mas nao desista,comente com a maior enpolgação sobre algo que leu que com certeza o amigo ficara curioso em saber o resto.Eu sei... livro nao se empresta, mas só desta vez empreste o seu pra ele.
E quanto a vc que esta lendo este artigo agora, ja tem o habito da leitura? Que gênero gosta? O que esta lendo?

Uoooooou demais! rsssss

Abraços

Sandra

3 comentários:

Jorge C. Reis disse...

Olá Sandra

Que tal lançar um slogan na blogosfera "Quando oferecer um presente, ofereça um livro" ?
Uma boa imagem que dê para colocar na frame mais pequena dos blogs, tipo selo.
Uma campanha dos blogueiros sem interferência de governos ou editoras.
Que achas ?

Aqui em Portugal talvez resulte melhor que o tal "Plano Nacional de Leitura" que não deu resultados palpáveis.

Osc@r Luiz disse...

Oi Sandra!
Apóio a idéia do Jorge.
Aliás, estou a colocando em prática: meu presente de Dia dos Namorados à minha esposa foi um livro :)
Um beijo e um ótimo final de semana!

Dourado disse...

Sempre fui rato de biblioteca, por isso nunca reclamei do preço de livros

os livros da Ediouro eram baratinhos quando eu comprava, e tinham um acervo de literatura mundial impessionante,
a própria Companhia das Letras tem uma sessão de livros de bolso, entre eles estão clássicos do Saramago (cito pq gosto),
a Record tb trabalha com preços baixo, em torno de R$ 20,00 a R$ 30,00

o código da Vinci na ed. ilustrada saiu mais barato q a primeira edição

o dicionário Houaiss me custou R$ 139,00 (sem sair de casa, comprei pela antiga Alfredo Machado - q vendia livros pelo Correio), e olhe o dicionário foi encadernada na Itália!!!! pq no Brasil não existia tecnologia pra costurar tantas (mais de 2.000) em um só volume

quando a gente visita site estranja ver q os preços giram em torno de US$ 10,00 (o mesmo preço dos da Record, e com a desvantagem de serem em outra língua)

no mais todas as cidades q conheço tem bibliotecas, sebos (em Santos comprei Papillon por R$ 5,00), bancas de revista,

e sempre q posso presenteio pessoas com livros,

em Fortaleza,faz muito tempo, existe um movimento de se deixar um livro abandonado num banco de praça até alguém 'adotá-lo'

nunca acreditei nessa história q brasileiro ler pouco,
pelo menos aqui em Parnaíba conheço vários, eu disse vários amigos q comem livros com o mesmo prazer q se pratica esportes ou com a mesma gula diante dum bom prato..

tem tb a internet (alguém já parou pra pensar q existe literatura das melhores disponível em blogs?)

existe tb livrinhos q se pode ler de um gole, em livrarias, sem pagar um único tostão, como o Fogo nas Entranhas (do Almodóvar) q tem poucas páginas.

mais uma do Piauí, a antiga editora Corisco, do poeta e contista Cineas Santos lançou uma coleção de incríveis contistas piauienses, cada livro custando R$ 2,00

resta apenas incentivar medidas iguais,
o Governo já faz a parte dele dando livros didáticos gratuitamente,
eu mesmo estudei em livros gratuitos de 1983 até agora, contando escolas e Faculdades (essa última contando apenas os livros da biblioteca)


abraços

se quiser mais exemplos, pode ler meu blog em 'livros lidos'