sábado, 29 de novembro de 2008

Mostra revela a vida íntima de Picasso

A faceta mais íntima de Pablo Picasso, captada nas fotografias da americana Lee Miller, ganha uma exposição na Casa Natal do artista espanhol em uma mostra que reúne 53 imagens das mais de mil tomadas pela fotógrafa durante sua amizade de 36 anos. Depois da Segunda Guerra Mundial, a obra de Miller caiu no esquecimento até sua morte em 1977, quando seu filho Antony encontrou caixas com 70 mil negativos. Entre eles estavam fotos da primeira época surrealista, como ajudante de Man Ray, ou dos seis anos em que a fotógrafa viveu no Egito, quando registrou o deserto e a vida cotidiana no Cairo.

2 comentários:

joselito bortolotto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
joselito bortolotto disse...

Conforme diz a apresentadora, segundo ela as imagens podem fazer rir ou chorar. Realmente este negócio de ver a intimidade do Picasso não é pra qualquer um mesmo. To fora. Passei aqui só pra dizer oi.

Um abraço