sábado, 11 de outubro de 2008

6 coisas que você não sabia... sobre o Led Zeppelin


1) Há quase 20 anos sem tocarem juntos, os integrantes do Led Zeppelin sobem ao palco no próximo dia 10, em Londres, em homenagem ao fundador da Atlantic Records, Ahmet Ertegun, que morreu no ano passado.
2) O nome Led Zeppelin foi criado pelo baixista do The Who, John Entwistle -e não pelo baterista Keith Moon, que se autodeclarava o criador. No final dos anos 60, Entwistle pensava em montar um nova banda e comentou o nome com Richard Cole, motorista do The Who. Cole, meses depois, foi trabalhar com um novo grupo que surgia em Londres e falou da idéia para Jimmy Page, que aprovou.
3) O Led Zeppelin apresentou pela primeira vez "Starway to Heaven", seu maior sucesso, em 5 de março de 1971, em Belfast, na Irlanda. A música é a terceira mais tocada na história do rádio nos EUA, atrás apenas de "Hey Jude", dos Beatles, e de "I Heard It Through The Grapevine", do Creedence.
4) O baterista John Bonham era o mais fanfarrão dos integrantes. Numa turnê do grupo no Japão, no início dos anos 70, ele aprontou uma com a namorada japonesa de Jimmy Page, classificada como "muito chatinha". Escondido, pegou a bolsa da garota, defecou dentro e a colocou no mesmo lugar.
5) Há muitas histórias sobre a morte do baterista, em 25 de setembro de 1980, que resultou no fim da banda. Ele teria tomado, em 12 horas, 40 doses de vodca acompanhadas por suco de laranja e três trágicos enroladinhos de presunto -que alguns apontam como a principal causa da morte. Oficialmente, Bonham morreu sufocado pelo próprio vômito, na casa de Jimmy Page. Alguns biógrafos dizem que só a bebida não mataria o músico. Ele teria ingerido alguma droga, muito provavelmente heroína.
6) O guitarrista Jimmy Page é um apaixonado pelo Brasil. Ele tem uma casa em Lençóis, na Bahia, onde chegou a morar por um tempo. Na época, ele namorava uma brasileira. Atualmente, Page freqüenta pouco o lugar. O guitarrista mantém ainda um projeto social no bairro de Santa Teresa, no Rio, chamado Casa de Jimmy, que atende a crianças carentes.


Fontes: Os livros "Hammer Of The Gods", de Stephen Davis, e "Led Zeppelin - a Documentary", de Paul Candal, e Adriano Falabella, colecionador de discos de rock e apresentador.

1 comentários:

Rodrigo Piva disse...

Adoro Led Zeppelin, parabéns pelo post, Sandra.
Beijo